Ayaka Naito / AFP
Ayaka Naito / AFP

Futebol feminino olímpico tem 2ª rodada com muitos gols e grandes atuações

Estados Unidos se recuperam de derrota na estreia com goleada por 6 a 1; Suécia e Grã-Bretanha se classificam

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2021 | 12h35

Na segunda rodada do futebol feminino, na Olimpíada de Tóquio-2020, realizada neste sábado, além do Brasil, que empatou por 3 a 3 com a Holanda, outros jogos marcaram o dia com goleadas, grandes atuações e definições das primeiras seleções classificadas para a próxima fase da competição.

Os Estados Unidos, que defendem o ouro olímpico da categoria conquistado no Rio-2016, tiveram sua primeira vitória após derrota na estreia para a Suécia. E foi necessário muito fôlego para contar os seis gols que marcaram o atropelo frente à Nova Zelândia, com placar final de 6 a 1.

Lavelle, Horan, Erceg (contra), Press, Morgan e Bott (contra) foram responsáveis pelo placar avantajado das atuais campeões do futebol feminino olímpico. Com uma afobada apresentação em campo, as neozelandesas deixaram as americanas fazerem o que sabem: envolver o adversário com boas trocas de passes e habilidades que poucas seleções têm.

O resultado deixou a equipe dos Estados Unidos na vice-liderança, com os mesmos três pontos da Austrália, que será a próxima adversária, nesta terça-feira, o que vai definir a segunda vaga do Grupo G. Já a Suécia, a primeira colocada da chave, venceu justamente as australianas por 4 a 2, garantindo a sua classificação às quartas de final.

Em um primeiro tempo de um jogo estudado e chances desperdiçadas, o empate por 1 a 1 não indicava um segundo tempo totalmente diferente. A atacante Sam Kerr, considerada uma das melhores jogadoras do mundo, já havia feito o primeiro gol da Austrália na partida e, logo no começo do segundo tempo, virou para o seu país.

Apesar disso, em uma impressionante reviravolta, a Suécia, que já havia surpreendido com a vitória na estreia diante dos Estados Unidos, fez 2 a 2 com Hurtig e quem garantiu a virada, desta vez sueca, foi Rolfö.

Kerr teve a chance, em uma cobrança de pênalti, de deixar tudo igual em 3 a 3, mas não teve a mesma destreza dos seus outros dois gols e seu chute parou na goleira Lindahl, que defendeu com os pés. Quando a partida se encaminhava para o final, ainda sobrou espaço para a Suécia decretar a vitória, com Blackstenius.

OUTROS JOGOS

Pelo Grupo E, a Grã-Bretanha garantiu a sua classificação à próxima fase ao vencer o Japão por 1 a 0, com gol de White, que aproveitou uma das poucas chances criadas na partida. O time britânico, mesmo sem muito brilho, construiu a vitória fazendo um segundo tempo superior ao primeiro.

No outro duelo do grupo, o Chile não foi páreo ao Canadá, que conseguiu a vitória por 2 a 1, com dois gols de Janine Beckie. Na última rodada da fase de grupos, as canadenses enfrentarão a Grã-Bretanha e o Japão terá a chance de avançar às quartas contra as chilenas em caso de vitória.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.