Divulgação/TV Globo
Divulgação/TV Globo

Galvão aposta que Brasil deve superar oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Delegação brasileira já garantiu quatro medalhas de ouro em 13 dias de Jogos

ítalo Cosme, Especial para o Estadão

04 de agosto de 2021 | 23h15

O narrador Galvão Bueno participou na noite desta quarta-feira do programa "Ohayo Tóquio", do Sportv. Na conversa, Galvão apostou que a delegação brasileira deve chegar às oito medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Brasil encontra-se no 16.º lugar do quadro geral de medalhas, tendo subido ao lugar mais alto do pódio quatro vezes.

Participaram da conversa o jornalista Marcelo Barreto e o técnico Bernardinho, âncoras do programa, o repórter Marcos Uchôa e a ex-jogadora de vôlei e bicampeã olímpica Fabiana Alvim, a Fabi.

Para Galvão, há possibilidade de primeiro lugar ainda para o futebol masculino, duas seleções de vôlei, canoagem, com Isaquias Queiroz, no boxe com Bia Ferreira e no skate. "Não é difícil superar as sete. Eu acredito piamente que vamos superar", frisou o narrador.  

O Brasil já garantiu medalhas de ouro na maratona aquática, com Ana Marcela Cunha, na prova de 10 quilômetros. A dupla Martine Grael e Kahena Kunze garantiram também na vela. Na ginástica, com Rebeca Andrade, e no surfe com Italo Ferreira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.