Loic Venance / AFP
Loic Venance / AFP

Galvão Bueno estica o 'r' ao comemorar ouro de Rebeca em Tóquio e lembra época dos 'Ronaldos'

Brasileira conquista no salto o primeiro ouro do Brasil na ginástica nos Jogos Olímpicos

Ítalo Cosme, especial para O Estadão

01 de agosto de 2021 | 11h58

O narrador Galvão Bueno, da TV Globo, resgatou a puxada do 'r' ao comemorar o ouro no salto da ginasta Rebeca Andrade, na manhã deste domingo, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A esticada na consoante lembrou as comemorações durante os bons momentos de Ronaldinho, o Fenômeno e o Gaúcho, no futebol brasileiro.

A admiração pelos 'Ronaldos' permanece na memória dos brasileiros, quando ambos defendiam a seleção. Neste domingo, a vibração do narrador embalou a conquista do primeiro ouro brasileiro na ginástica artística feminina na história dos Jogos Olímpicos. Ela já havia vencido a prata.  

Rebeca subiu ao lugar mais alto do pódio após dois saltos acima de 13.000, nota que nenhuma outra competidora alcançou. "Eu trabalhei bastante durante esse tempo. Não foram os meus melhores saltos. Só que isso é ginástica. Isso acontece", declarou ao Sport TV em Tóquio.

Na semana passada, quando Rebeca ganhou a medalha de prata no individual, e Galvão virou meme nacional nas redes sociais pela comemoração única quando o resultado foi divulgado. A Globo tem optado em divulgar cenas de bastidores que não mostrava antes, do comportamento de narradores e comentaristas em momentos importantes.

A vice-campeã olímpica no individual geral e campeã no salto deve disputar medalha nesta segunda-feira na final do solo, marcada para 5h45min (horário de Brasília). Galvão Bueno estará na transmissão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.