Geórgia pagará 500 mil euros por medalha de ouro em Pequim

Presidente Mikhail Saakashvili disse que prêmio tem objetivo de estimular os atletas que participaram dos Jogos

EFE

21 de julho de 2008 | 15h27

O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, disse nesta segunda-feira, que vai oferecer um prêmio de 500 mil euros (aproximadamente R$ 1,3 milhão) por cada medalha de ouro que o país conseguir nos Jogos Olímpicos de Pequim. "A Geórgia precisa de vitórias. Esta será nossa quarta participação em Jogos desde nossa independência em 1991", disse o governante em encontro com a delegação que irá à China. O país terá 35 atletas divididos em 12 modalidades e Saakashvili disse que o prêmio tem o objetivo de estimulá-los. "Espero que o número de milionários na Geórgia aumente após os Jogos Olímpicos", disse. Em Atenas, dois atletas georgianos conseguiram medalhas de ouro e cada um recebeu US$ 50 mil pelo feito. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.