Handebol masculino: técnico confia no grupo que vai a Pequim

Espanhol Jordi Ribera sabe que Brasil tem grupo complicado pela frente e prefere não apostar em medalha

EFE

19 de julho de 2008 | 16h51

O espanhol Jordi Ribera, técnico da seleção brasileira masculina de handebol, se mostrou confiante na equipe que levará aos Jogos Olímpicos de Pequim.A seleção embarca na noite deste sábado no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo, com destino ao Japão, onde fará aclimatação e os últimos treinos para o torneio. "Apostamos nesse grupo desde o início. A maioria esteve presente em todas as convocações e trabalha junto há muito tempo. Por isso é um time bem compacto, e acredito ser o melhor para o momento", afirma o treinador, responsável por uma reformulação na equipe.Apenas seis jogadores que participaram dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004 - quando o Brasil terminou apenas na décima colocação - foram convocados para Pequim: o goleiro Alê, os armadores Bruno Santana, Bruno Souza e Jaqson, além dos pontas Tupan e Helinho.Sobre a viagem ao Japão, Ribera analisou: "Chegamos na reta final e vamos fazer a aclimatação, que é muito importante, além de um pequeno trabalho físico e quatro amistosos em que aproveitaremos para fazer os últimos acertos técnicos e táticos", comentou o treinador."Nossa preparação para estes Jogos Olímpicos foi muito boa. Conseguimos participar e obter bons resultados em torneios internacionais, entre eles o do Egito e da Macedônia, que foram muito importantes para a evolução da equipe", explicou.No entanto, o treinador prefere a cautela ao comentar as chances do Brasil - atual bicampeão dos Jogos Pan-Americanos - no torneio em Pequim. "Estamos no caminho certo, mas disputar os Jogos Olímpicos é muito complicado, pois lá estão as 12 melhores seleções do mundo", disse.A delegação viaja à China no dia 3 de agosto, mas só estréia no dia 10, diante da França. Os brasileiros encaram ainda a Croácia (dia 12), Polônia (14), a anfitriã China (16) e fecham a participação na primeira fase diante da Espanha, no dia 18.Estes são os convocados:Goleiros: Alê (Metodista/São Bernardo/Besni/BRA) e Maik(Pinheiros/BRA).Armadores: Bruno Santana e Zeba (Pinheiros/BRA), Gui (HSG Bãmback/Kõflach/AUT), Jaqson (Metodista/São Bernardo/Besni/BRA), Bruno Souza (HSV Handball/ALE) e Léo (Unopar/FEL/BRA)Pivôs: Menta (Imes/São Caetano/BRA) e Jardel (Metodista/São Bernardo/Besni/BRA).Pontas: Borges (CAI BM Aragon/ESP), Tupan (Wilhelmshavener Handball Verein/ALE), Helinho e Silvinho (Imes/São Caetano/BRA).

Tudo o que sabemos sobre:
HandebolPequim 2008Olimpíadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.