Hillary pede a Bush boicote à abertura dos Jogos Olímpicos

Postulante à candidatura democrata nas eleições presidencias, Hillary pressiona o líder republicano

Steve Holland, REUTERS

07 de abril de 2008 | 15h16

A pré-candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, pediu ao presidente George W. Bush, nesta segunda-feira, que ele boicote a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, a menos que a China melhore a questão dos direitos humanos. Em comunicado, Hillary citou os conflitos violentos no Tibete e falta de pressão por parte da China sobre o Sudão para acabar com "o genocídio em Darfur". "Neste momento, e à luz dos recentes acontecimentos, eu acredito que o presidente Bush não deveria pretender participar da cerimônia de abertura em Pequim, a menos que haja grandes mudanças por parte do governo chinês", disse a senadora de Nova York.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.