Yasuyoshi Chiba/AFP
Yasuyoshi Chiba/AFP

Holandês vence a maratona aquática e Allan do Carmo fica longe da medalha

Brasileiro não suporta o ritmo dos líderes da prova e acaba ficando pata trás

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2016 | 12h00

Em uma prova definida por uma diferença mínima, o holandês Ferry Weertman conquistou a medalha de ouro na versão masculina da maratona aquática nos Jogos Olímpicos, realizada na manhã desta terça-feira no mar de Copacabana, na zona Sul do Rio. O brasileiro Allan do Carmo ficou apenas em 18º lugar.

A disputa pela primeira posição foi bastante acirrada e definida apenas na revisão. O grego Spiros Gianniotis, o segundo colocado, levou a medalha de prata. Ele e Weertman percorreram os dez quilômetros da prova em 1h52min59s8.

A diferença se deu em centésimos de segundo, que não foram divulgados pela organização no registro oficial dos resultados. Gianniotis, inclusive, passou pela chegada antes de Weertman, mas bateu no bloco de marcação dos resultados atrás do adversário.

Logo após a chegada dos líderes, o francês Marc-Antoine Olivier marcou tempo de 1h53min02 para garantir a terceira posição, seguido do chinês Lijun Zu e do norte-americano Jordan Wilimovsky, que foi campeão no Mundial de 2015.

Já Allan do Carmo chegou a acompanhar os líderes nos quilômetros iniciais - ocupava a sétima posição no quinto -, mas depois não conseguiu repetir o ritmo dos adversários e percorreu o trajeto em 1h53min16s4, completando a disputa apenas na 18ª posição.

Alguns dos favoritos a faturar uma medalha nesta terça ficaram distante dos primeiros colocados. Foi o caso principalmente do tunisiano Oussama Mellouli, campeão olímpico em 2012, que dessa vez ficou apenas em 12º lugar na disputa da maratona aquática.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Adicione o número (11) 99371-2832 aos seus contatos, mande um WhatsApp para nós e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio-2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.