Imprensa argentina tripudia brasileiros por 'vitória fácil'

Como é costume entre as publicações esportivas da imprensa da Argentina, vitória sobre o Brasil vira deboche

Agência Estado

19 de agosto de 2008 | 14h33

Os argentinos celebraram nesta terça-feira a vitória da seleção de seu país sobre o Brasil, considerada 'inesperada' e 'fácil' pelo placar de 3 a 0. Os argentinos estavam entusiasmados com a presença em uma final olímpica, como em Atenas-2004.   A jornada foi duplamente estimulante para os argentinos, já que no ciclismo — esporte que conta com elevada popularidade no país — a dupla Juan Curuchet e Walter Pérez arrebatou a medalha de ouro na prova Madison.  "A Argentina deu um baile no Brasil e espera pela Nigéria" estampou em seu site o jornal "Perfil". O jornal "La Nación" classificou a vitória como uma "goleada inesquecível" e destacou que o "sabor da glória" era mais intenso por ter sido contra o Brasil. O jornal "Clarín", o principal da Argentina, escreve: "A seleção humilhou o Brasil e chegou à final dos jogos". Já o jornal esportivo "Olé", famoso por seu estilo bem-humorado, escreveu que "a Argentina esmagou, humilhou, espancou o Brasil por 3 a 0". A proporção de argentinos que estavam assistindo ao vivo ao jogo foi pequena, já que foi realizado em horário de trabalho no primeiro dia após um feriado (na segunda-feira os argentinos recordaram a data da morte do herói da independência, o general José de San Martín).  Os analistas esportivos também destacam que o baixo interesse pelo jogo foi devido às baixas expectativas dos torcedores em obter uma vitória contra o Brasil. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.