Jeff Pachoud/AFP
Jeff Pachoud/AFP

Isaquias Queiroz leva prata na Olimpíada e faz história na canoagem

É a primeira medalha olímpica da canoagem brasileira

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2016 | 09h27

Isaquias Queiroz conquistou na manhã desta terça-feira a primeira medalha olímpica da história da canoagem brasileira. O baiano foi segundo colocado na final do C1 1.000 metros, em prova disputada na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio, e se tornou o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha em Olimpíadas nesse esporte. O alemão Sebastian Bendler chegou em primeiro e levou o bicampeonato olímpico, enquanto Serguei Tarnovisch, da Moldávia, completou o pódio.

A disputa foi acirrada nos primeiros 750 metros, com Isaquias e Bendler disputando lado a lado a liderança. No último trecho da prova, porém, o alemão conseguiu demonstrar mais fôlego e arrancou para a vitória. Bendler fechou a prova com o tempo de 3min56s926, enquanto Isaquias foi prata com 3min58s529.

Nas arquibancadas, o público fez a sua parte. Apesar do forte calor que fez na zona Sul do Rio já nas primeiras horas do dia, o torcedor compareceu em bom número e apoiou bastante o atleta brasileiro, assim como já fizera na manhã anterior, durante as eliminatórias.

O pódio de Isaquias nos Jogos do Rio na prova individual de 1.000m completa uma sequência que começou com o bronze no Mundial de Duisburg em 2013 e que teve ainda um ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no ano passado.

Com a medalha, Isaquias também mantém vivo o sonho de conquistar três pódios nas provas que irá disputar nos Jogos do Rio. Ele também irá competir no C1 200m - as eliminatórias são na manhã desta quarta - e na C2 1.000m, na qual faz dupla com Erlon de Souza e prova em que os dois aparecem como favoritos ao ouro. No ano passado, eles conquistaram o Mundial de Canoagem de Milão.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.