AFP
AFP

Isinbayeva discursa na CAS e defende presença de russos no atletismo no Rio

Saltadora demonstra otimismo após depoimento

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2016 | 16h05

Principal nome do atletismo da Rússia, Yelena Isinbayeva serviu como advogada de defesa da equipe nesta terça-feira, quando foi até a Suíça para falar com os árbitro da Corte Arbitral do Esporte (CAS) que vão anunciar na quinta-feira se acatam o recurso interposto pela Rússia e libera a participação da delegação do país nas competições de atletismo dos Jogos Olímpicos do Rio.

"Eu fiz meu discurso. Meu tempo foi irrestrito. Eles (os árbitros) me ouviram muito atentamente. Vamos ver o que acontece. Eu estou otimista. Eu sempre torci pelo melhor e peço a todo mundo que faça o mesmo", disse Isinbayeva ao sair da corte, em Lausanne, na Suíça.

A Federação de Atletismo da Rússia (ARAF, na sigla em inglês) foi suspensa pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) em resposta ao doping sistemático denunciado pela Agência Mundial Antidoping (Wada).

Agora, o Comitê Olímpico da Rússia e 68 atletas que formariam a equipe russa de atletismo no Rio-2016 estão apelando à CAS, que promete uma resposta na quinta-feira. Esse caso corre paralelamente à suspensão que a Wada pede ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que imponha à Rússia, impedindo o país todo de participar dos Jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.