Isinbayeva quebra de novo recorde mundial do salto com vara

Na última competição antes dos Jogos de Pequim, saltadora russa alcança a marca de 5,04 metros em Mônaco

REUTERS

29 de julho de 2008 | 17h46

Yelena Isinbayeva quebrou seu próprio recorde mundial do salto com vara, nesta terça-feira, ao vencer uma competição preparatória para os Jogos Olímpicos de Pequim com um salto a 5,04 metros. Isinbayeva melhorou seu recorde anterior em um centímetro na terceira e última tentativa no grande prêmio de Mônaco. O recorde anterior, de 5,03 metros, havia sido estabelecido em Roma, no dia 11 de julho.   "O recorde tinha de acontecer, pois Mônaco é minha segunda casa", conta a atleta, de 26 anos. "A marca desta terça-feira mostra que estou em boas condições para Pequim." A competição contou com a presença da brasileira Fabiana Murer, que terminou empatada em 4.º lugar com seu melhor salto de 4,64 metros. A medalha de prata ficou com a russa Yulia Golubchikova, que saltou 4,71 metros, e o bronze foi para a polonesa Monika Pyrek, também com 4,71 metros, porém com uma tentativa a mais.    A EVOLUÇÃO DOS RECORDES DE YELENA ISINBAYEVA  AO AR LIVRE 4,89 m - 25/07/2004, em Birmingham 4,90 m - 30/07/2004, em Londres  4,91 m - 24/08/2004, em Atenas  4,92 m - 03/09/2004, em Bruxelas  4,93 m - 05/07/2005, em Bruxelas  4,95 m - 16/07/2005, em Madri  4,96 m - 22/07/2005, em Londres 5,00 m - 22/07/2005, em Londres  5,01 m - 12/08/2005, em Helsinque 5,03 m- 11/07/2008, em Roma 5,04 m - 29/07/2008, em Mônaco * A marca anterior ao primeiro recorde era 4,88 m, de Svetlana Feofanova (RUS), de 04/07/2004, em Heráclio (GRE) EM LOCAL FECHADO 4,15 m - 18/02/1999, em Moscou 4,45 m - 04/02/2000, em Volgogrado (RUS) 4,45 m - 18/02/2001, em Moscou 4,55 m - 10/03/2002, em Sindelfingen (ALE) 4,65 m - 06/03/2003, em Peania (GRE) 4,86 m - 06/03/2004, em Budapeste 4,90 m - 06/03/2005, em Madri 4,91 m - 12/02/2006, em Donetsk (UCR) 4,93 m - 10/02/2007, em Donetsk (UCR) 4,95 m - 16/02/2008, em Donetsk (UCR)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.