Thibault Camus/ AP
Thibault Camus/ AP

Jaqueline Mourão fica em 35º lugar na prova de cross country nos Jogos de Tóquio

Brasileira termina prova duas voltas atrás da campeã Jolanda Neff, da Suíça

Redação, Estadao Conteudo

27 de julho de 2021 | 05h08

A sétima participação de Jaqueline Mourão em Jogos Olímpicos terminou, nesta terça-feira, em Tóquio, com o 35º lugar na prova de cross country olímpico. A atleta brasileira terminou duas voltas atrás das líderes.

O pódio foi completo para a Suíça. A medalha de ouro ficou com Jolanda Neff, vencedora da prova, seguida pela compatriota Sina Freim que completou a prova com 1min11 de desvantagem para conquistar a prata. Linda Indergand terminou na terceira posição e obteve a medalha de bronze.

Aos 45 anos, Jaqueline vai encerrar uma carreira vitoriosa, que teve como destaque o bronze nos Jogos Pan-americanos de Lima/2019, ouro nos Jogos Sul-americanos do Brasil/2002 e prata nos Jogos Sul-americanos de Buenos Aires/2006.

Ela é recordista brasileira em disputas em olimpíadas, juntamente com o velejador Robert Scheidt e Formiga, da seleção de futebol. O cavaleiro Rodrigo Pessoa (hipismo/salto) também deve igualar este recorde em Tóquio.

A participação de Jaqueline Jogos Olímpicos teve início em Atenas/2004, no ciclismo mountain bike. Depois, participou da Olimpíada de Inverno, em Torino/2006, no esqui cross-country. Em Pequim/2008, voltou a competir nos Jogos de verão, no ciclismo. Depois foram três Jogos de Inverno: Vancouver/2010, Sochi/2014 quando disputou as modalidades de biablo e cross country, em PyeongChang/2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.