João Gabriel Schlittler vai à Olimpíada, apesar de lesão

Judoca brasileiro se recupera aos poucos de uma lesão ligamentar e confirma presença em Pequim

Agência Estado

14 de maio de 2008 | 16h10

O peso pesado João Gabriel Schlittler, que sofreu uma lesão ligamentar no cruzado do joelho direito durante treinamento, em Belo Horizonte, para a disputa da Copa do Mundo de Judô, não deve ter problemas para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim. Ele foi avaliado, nesta quarta-feira, em São Paulo. "Já começamos o tratamento de fisioterapia. João ficará mais uma semana em São Paulo e, depois disso, voltará ao Rio para dar continuidade ao trabalho e retomar a preparação física. Ele está apto a voltar a competir em um mês e meio no máximo", diz o médico chefe da Confederação Brasileira de Judô, Wagner Castropil.A fisioterapia será conservadora, sem necessidade de um tratamento especial. João Gabriel já estará de volta aos treinamentos com quimono no dia 15 de junho. "Estou muito confiante na recuperação. Na hora da lesão só pensei na dor. Estou caminhando normalmente e fazendo os movimentos com o joelho sem nenhuma limitação. Acho que a minha musculatura forte ajuda a minimizar qualquer impacto nas articulações", diz João Gabriel, bronze no Mundial 2007.João Gabriel Schlittler não vai para Moscou, na próxima terça-feira, onde o Brasil participará da Super Copa do Mundo e do Campeonato europeu por equipes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.