Jogadoras dizem que próximos jogos serão mais difíceis

Seleção brasileira feminina de vôlei tentará pela primeira vez chegar à decisão dos Jogos Olímpicos

Redação,

19 de agosto de 2008 | 03h24

As jogadoras da seleção brasileira femininas de vôlei estão contentes com o desempenho da equipe nos Jogos Olímpicos de Pequim. O time chegou na semifinal do torneio vencendo todos os seus seis jogos, sem ter perdido nenhum set. No entanto, elas sabem que daqui para frente os confrontos serão mais difíceis.Veja também: Brasil vence e chega à semifinal no vôlei feminino em Pequim A campanha brasileira na Olimpíada de Pequim"Estamos preparadas para matar um leão a cada dia, a carga emocional de uma Olimpíada é muito grande", declarou Paula Pequeno à TV Globo. Segundo ela, a equipe tem que estar preparada para os próximos desafios. "Tudo aqui depende de nós mesmas", assinalou.Para a líbero Fabi, o momento mais legal dos Jogos está chegando. "Agora vem o momento mais bacana, de jogar uma semifinal, para quem sabe estar na final", disse a brasileira.De acordo com Sheilla, o importante agora é controlar a ansiedade. "Podemos alcançar os nossos objetivos. Estamos bem concentradas e sabemos o que queremos", afirmou.Segundo Mari, a seleção não pode perder o foco. "Estamos treinando e jogando e isso tem que continuar assim até o final. São apenas mais dois jogos", lembrou.Na semifinal dos Jogos Olímpicos, o Brasil vai encarar o vencedor do confronto entre Rússia e China, equipes que decidiram a última Olimpíada, em Atenas/2004.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.