Wander Roberto / CPB
Wander Roberto / CPB

Julyana Cristina leva bronze no lançamento de disco na Paralimpíada

Brasileira conquistou segunda medalha do dia no atletismo; em outra competição, Daniel Mendes é desclassificado por se soltar do guia

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2021 | 05h53

Além da prata de Thalita Simplício, o Brasil levou mais uma medalha na primeira parte do dia no atletismo da Paralimpíada de Tóquio: Julyana Cristina conquistou o bronze no lançamento de disco da classe F57 (atletas com lesão na coluna ou amputação nas pernas, que usam cadeiras de rodas), ao lançar para 30,49m.

O ouro foi para a uzbeque Mokhigul Khamdamova, com 31,46m. Já a prata ficou com a argelina Nassima Saifi, com 30,81m. A brasileira demonstrou regularidades, não queimou nenhum lançamento e ainda obteve as marcas de 30,36m, 30,28m, 29,41m, 28,66m e 29,63m.

A prova também teve a participação da brasileira Tuany Siqueira, que terminou em 11° com 21,30m, próxima da melhor marca da carreira. Julyana ainda compete no arremesso de peso que será disputado na noite de quarta-feira (1), a partir das 21h48.

DESCLASSIFICADO

Recordista mundial, o brasileiro Daniel Mendes teve um grande azar na classificatória dos 400m rasos da categoria t11 (cegos). Cotado para medalha, Daniel cruzou a linha de chegada da bateria em segundo lugar, mas acabou desclassificado por ter se soltado do guia, Wendel de Souza Lima, no final da prova, e não irá para a decisão de medalha. Em outra bateria, Felipe Gomes não conseguiu se classificar para final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.