Larissa e Talita celebram vitória tranquila em estreia na Olimpíada

As brasileiras Larissa e Talita fizeram um balanço positivo da partida de estreia no Rio-2016, a vitória tranquila sobre as russas Birlova e Ukolova por 2 sets a 0(21/14 e 21/16). "Conseguir por em prática tudo o que a gente planejou tornou o jogo um pouco mais fácil. A gente conseguiu impor nosso ritmo de jogo", disse Larissa ao fim da partida deste domingo..

Mariana Durão, Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2016 | 12h04

As jogadoras comentaram as longas filas para a entrada na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana. No último sábado, alguns torcedores chegaram a perder parte do jogo de estreia dos brasileiros Alison e Bruno Schmidt, após enfrentarem mais de uma hora de espera para acessar as instalações. Neste domingo, a fila alcançou um raio de três quarteirões perto da hora do duelo das duas, às 10 horas, com a quadra principal da arena ainda vazia no início da partida.

Talita amenizou as críticas à organização da Rio-2016, afirmando que situações semelhantes ocorreram em Pequim-2008 e Londres-2012, Jogos em que a atleta participou. "É tudo muito grande. É como se a gente tivesse jogando 42 campeonatos mundiais, copas do mundo ao mesmo tempo", disse.

Talita ficou indignada porque um jornalista estrangeiro que questionou se a falta de organização do Brasil seria responsável pela demora do público em entrar na arena.  “Eu estava com raiva, ele estava falando que o povo não é organizado. Ia jogar água nele. Eu disse a ele que é assim mesmo, é o primeiro dia, as pessoas estão se organizando, não tem o habito de chegar duas  horas antes", disse a jogadora em tom de brincadeira,mas sem deixar de criticar a postura do repórter. 

Já Larissa pediu para o público chegar mais cedo. "Galera vamos chegar duas, três horas antes. O importante é não perder o jogo. Tenho certeza que vão de alguma forma tentar solucionar o problema para que o espetáculo fique cada vez melhor", afirmou.

As próximas adversárias da dupla são as norte-americanas Fendrick e Sweat, que perderam na estreia para as polonesas Kolosinska e Brzostek, de virada, por 2 sets a 1. Mas quem preocupa mesmo são outras compatriotas das adversárias, a dupla formada por April Ross e a tricampeã olímpica Kerri Walsh, que tem se declarado como favorita ao ouro. "Acho ótimo que ela seja favorita. A gente vai fazer nosso trabalho para tentar chegar na final. Aí vamos ver dentro de quadra quem é a favorita", rebateu Larissa.

Tudo o que sabemos sobre:
LarissaCopacabanaApril Ross

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.