Londres faz festa para ver cerimônia em Pequim

Cerca de 40 mil espectadores se reuniram na capital inglesa para ver a festa na china em um telão

Agência Estado,

24 de agosto de 2008 | 14h24

Dezenas de milhares de pessoas se reuniram neste domingo no centro de Londres, em frente a telões gigantes, para ver o prefeito da cidade, Boris Johnson, receber em Pequim a bandeira olímpica, já que a capital britânica será a sede dos Jogos de 2012.Veja também: China se 'integra' ao mundo e encerra os Jogos OlímpicosBalanço da Olimpíada de PequimGaleria de fotosOs espectadores - cerca de 40 mil, segundo os organizadores -, se reuniram na grande avenida que leva ao palácio de Buckingham, a residência oficial da rainha Elisabeth II.O ambiente de festa ficou ainda maior quando o prefeito de Pequim entregou a bandeira dos Jogos Olímpicos para o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, que fez a passagem para o prefeito londrino, Boris Johnson.Logo em seguida, um ônibus de dois andares, marca registrada de Londres, apareceu no estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, trazendo nele o astro do futebol inglês, David Beckham, que recebeu uma bola de futebol e a chutou para os torcedores, como se dissesse que Londres estava dividindo com o público a alegria de receber a próxima Olimpíada.Após a cerimônia estava previsto um show que contaria, entre outras atrações, com o nadador norte-americano Michael Phelps, ganhador de oito medalhas de ouro em Pequim, com sete recordes mundiais e um olímpico. "Estou ansioso para ver o que Londres poderá apresentar ao mundo", disse o atleta, o maior campeão da atualidade.O desafio de Londres será organizar uma competição de alto nível, que mantenha o patamar alcançado por Pequim, com orçamento de 9 bilhões de libras, quase metade que o de Pequim. De qualquer forma, fica a expectativa, já evidente pela demonstração deste domingo em Londres, que a cidade terá um clima muito mais descontraído que o de Pequim, com suas inúmeras restrições e proibições.Além de Londres, várias pessoas se organizaram também em outras cidades da Grã-Bretanha, como em Glasgow, na Escócia, que deve receber partidas de futebol durante os Jogos de 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.