Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lucas Prado conquista terceira medalha de ouro no atletismo

Brasileiro crava 50s27 na disputa dos 400 metros na classe T11; Daniel Silva acaba na quarta colocação

Redação,

16 de setembro de 2008 | 08h58

Lucas Prado alcançou nesta terça-feira o sonho de conquistar três medalhas de ouro nos Jogos Paraolímpicos de Pequim. Na final dos 400 metros classe T11 (para atletas com deficiência visual), o brasileiro ficou em primeiro lugar em prova no Ninho de Pássaro. Veja tambémRevezamento brasileiro conquista a prata no atletismoTerezinha Guilhermina conquista o ouro nos 200 metros T11 O velocista travou um duelo emocionante com o angolano José Armando, superando o rival nos metros finais. Lucas Prado cravou 50s27, contra 50s44 do adversário. A medalha de bronze ficou com o ucraniano Oleksandr Ivaniukhim, com 50s82. Outro brasileiro na disputa, Daniel Silva foi o quarto. Considerado o mais veloz dos atletas paraolímpicos, Prado, de 23 anos, já havia conquistado a medalha de ouro nos 100 metros rasos (com 11s03, recorde mundial) e nos 200 metros rasos (22s48, recorde mundial). "Estou muito feliz por ter conseguido um feito inédito", explicou Lucas Prado ao SporTV. "O mais importante para mim é fazer parte de uma nova geração, pois construímos uma história de superação. Essa medalha eu dedico aos meus parceiros e a todos que me apoiaram." Prado perdeu 90% a visão há cinco anos, quando trabalhava em um banco e teve deslocamento da retina. Em 2006, ele acabou perdendo toda a visão. Atualmente, ele treina em Joinville, em Santa Catarina, com o acompanhamento do guia Justino Barbosa. Os três ouros em Pequim são as principais conquistas da carreira de Prado. No ano passado, ele brilhou no Parapan do Rio de Janeiro ao levar ouro nos 100 m, 200 m e 400 metros. Além de Lucas Prado, quem também brilhou em Pequim nesta terça-feira foi Terezinha Guilhermina, que conquistou o ouro na disputa dos 200 metros rasos classe T11, com o tempo de 25s14. Ela teve a companhia no pódio de Jerusa Santos, bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.