Magnata oferece R$ 36 mil a atletas para cada ouro das Filipinas

Um magnata que fez fortuna com a venda de cigarros e rum ofereceu hoje aos atletas filipinos um prêmio de 1 milhão de pesos (US$ 21.966, ou cerca de R$ 36 mil) para cada medalha de ouro conquistada nos Jogos Olímpicos de Pequim. A recompensa do magnata filipino Lúcio Tan se soma aos 5 milhões de pesos (US$ 109.829, ou R$ 177 mil) oferecidos pelo Governo das Filipinas para cada ouro conquistado nos Jogos. As Filipinas nunca comemoraram um ouro olímpico. Os melhores resultados do país aconteceram em 1964 (Tóquio) e 1996 (Atlanta), com uma medalha de prata em cada edição.Lúcio Tan também chegou a um acordo com o Comitê Olímpico das Filipinas para que a Phlippine Airlines, da qual é acionista majoritário, seja a companhia aérea oficial do país para os Jogos de Pequim.  

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.