AFP
AFP

Maior ginasta da história, Kohei Uchimura é diagnosticado com coronavírus

Japonês dono de sete medalhas olímpicas está assintomático e em isolamento

Redação, Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2020 | 21h02

Dono de sete medalhas olímpicas, hexacampeão mundial e apontado como o melhor ginasta de todos os tempos, Kohei Uchimura foi diagnosticado com coronavírus. Com isso, a participação do atleta japonês virou dúvida no evento-teste dos Jogos Olímpicos de Tóquio a ser realizado em 8 de novembro.

Este evento será o primeiro na capital japonesa após o adiamento da Olimpíada para o ano que vem por causa da pandemia do coronavírus. Uchimura, de 31 anos, que superou algumas lesões nos últimos anos, seria a grande atração do evento, que será visto presencialmente por duas mil pessoas.

Segundo o presidente da Federação Internacional de Ginástica, Morinari Watanabe, Uchimura está assintomático e segue em isolamento em seu quarto no hotel, onde a delegação está hospedada. Ele ainda fará novos testes entre os dias 4 e 5 de novembro para saber se terá condições de participar do evento.

Kohei Uchimura já foi campeão olímpico em Londres-2012 e na Rio-2016. Além disso, o japonês soma seis títulos mundiais no Individual Geral. No total, ele reúne 21 medalhas em Mundiais de Ginástica Artística.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.