Ricardo Nogueira / CBF
Ricardo Nogueira / CBF

Malcom é chamado para lugar de Douglas Augusto na seleção brasileira olímpica

Jogador do Zenit St.Petersburg, da Rússia, foi liberado pelo clube para defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2021 | 11h40

O atacante Malcom, ex-Corinthians, vai disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 com a seleção brasileira. O jogador do Zenit St.Petersburg, da Rússia, foi liberado por seu clube para se apresentar à equipe em Tóquio, no Japão. Ele substitui Douglas Augusto, desconvocado no último domingo após ter sido constatada uma lesão na coxa.

Malcom foi convocado na lista inicial do técnico André Jardine, mas não tinha liberação para se apresentar no início da preparação em São Paulo. Naquele momento, a comissão técnica optou por convocar um novo jogador. O cenário mudou com a necessidade de escolher um substituto para a vaga aberta por Douglas Augusto.

O atacante se apresentará à seleção olímpica neste domingo, em Tóquio. Malcom participou da sétima etapa de preparação da equipe na Sérvia, no início de junho, quando foram realizados dois amistosos em Belgrado - derrota de virada para Cabo Verde, por 2 a 1, e vitória sobre a Sérvia, por 3 a 0.

A Sérvia foi novamente o país escolhido para a realização da segunda etapa de treinos antes da estreia na Olimpíada contra a Alemanha, no próximo dia 22. O time iria para o Japão na semana passada, mas mudou os planos após o país asiático decretar estado de emergência. O embarque para Tóquio está marcado para esta sexta-feira.

Antes de viajar ao Japão, a seleção olímpica faz nesta quinta-feira, em Novi Sad, cidade que fica a 50 minutos da capital Belgrado, o último teste antes da Olimpíada. Será contra os Emirados Árabes Unidos, às 16 horas (de Brasília) no estádio Karadorde, do FK Vojvodina, clube local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.