REUTERS/Marko Djurica
REUTERS/Marko Djurica

Mariana D'Andrea leva ouro inédito no halterofilismo nas Paralimpíadas

Brasileira, que compete no peso até 73kg, venceu a disputa ao levantar 137kg

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de agosto de 2021 | 05h04

A brasileira Mariana D'Andrea conquistou, na noite deste sábado, 28, a primeira medalha do halterofilismo na categoria até 73kg em uma Paralimpíada. Mariana foi campeã paralímpica ao levantar 137kg.

Na primeira tentativa, Mariana levantou 130 kg, enquanto a sua adversária chinesa Xu Lili não conseguiu a meta de 133 kg. Na segunda rodada, a brasileira atingiu os 133 kg, sendo superada em 1kg por Lili, que assumiu a liderança. 

De virada, na terceira e última tentativa, Mariana apostou nos 137kg e conseguiu. A chinesa até tentou levantar os 138 kg, mas não teve sucesso.  

Competem na modalidade atletas que possuem deficiência nos membros inferiores (com amputação de membros inferiores e/ou com lesão medular) e/ou com paralisia cerebral. Mariana foi campeã paralímpica ao levantar 137kg. 

Mariana D'Andrea chegou às Paralimpíadas de Tóquio como líder do ranking mundial, após, em 2019, ter conquistado o ouro nos Jogos Parapan-Americanos de Lima.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.