Márcio Rodrigues/MPIX/CBJ
Márcio Rodrigues/MPIX/CBJ

Mayra sofre cirurgia no joelho e tem pouco tempo de preparação para a Olimpíada

Bicampeã mundial na categoria até 78 quilos, brasileira pode chegar a Tóquio com meses sem lutar

Redação, Estadão Conteúdo

04 de novembro de 2020 | 19h50

Um das maiores atletas brasileiras da atualidade, Mayra Aguiar pode ficar de fora da Olimpíada de Tóquio. Ganhadora de duas medalhas de bronze olímpicas e sete vezes presente em pódios mundiais, a judoca sofreu uma cirurgia no joelho por causa de uma lesão ligamentar, em setembro, e poderá chegar para a competição na capital japonesa em julho sem competir durante todo o tempo.

"A atleta Mayra Aguiar sofreu lesão ligamentar no joelho esquerdo, em setembro, durante treinamento, passou por cirurgia e se recupera muito bem. A Confederação Brasileira de Judô prestou todo suporte necessário à atleta, que já se encontra em processo de reabilitação", informou o comunicado da CBJ.

Bicampeã mundial na categoria até 78 quilos, a gaúcha de 29 anos, sofreu a lesão no ligamento cruzado anterior durante o período de treinos do Missão Europa, promovido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) e pela Confederação Brasileira de Judô (CBJ). A atual número 5 do ranking mundial vai precisar de pelo menos seis meses de recuperação e mais um tempo de readaptação para a disputa das competições.

Se Mayra retornar aos tatames em abril ou maio, poderá chegar aos Jogos Olímpicos sem ter participado de uma competição oficial. Campeã pan-americana em Lima/2019, a atleta ganhou o bronze olímpico nas duas últimas olimpíadas: Londres/2012 e Rio/2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.