Lucas Jackson/Reuters
Lucas Jackson/Reuters

Medalhista olímpico de snowboarding é declarado culpado em acidente de trânsito

Taku Hiraoka feriu seis pessoas em acidente ocorrido em setembro de 2019, no Japão

Redação, Estadão Conteúdo

29 de outubro de 2020 | 16h14

A juíza Tetsuya Okuda declarou culpado Taku Hiraoka por causar o acidente de trânsito que feriu seis pessoas, em setembro de 2019, na cidade de Katsuragi, no Japão. O medalhista olímpico no snowboarding estava alcoolizado e fugiu do local sem prestar socorro.

Por considerar que Hiraoka demonstrou remorso e foi punido com a perda dos patrocinadores, a juíza Okuda suspendeu a pena de 30 meses de prisão e o afastamento de quatro anos das atividades esportivas impostas pelas autoridades do distrito de Nara.

"Você conquistou uma medalha nas Olimpíadas e deu esperança para muitas pessoas, mas as desapontou por causa do acidente. Há coisas que só você pode fazer, como contar para os outros o que você ganhou com sua experiência no esporte. Nós gostaríamos que você continuasse sendo um ícone e um herói", afirmou a juíza.

Aos 25 anos, Hiraoka, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Sochi, Rússia, em 2014, também conquistou o bronze no Mundial da modalidade em 2013, na cidade de Stoneham, em Quebec, no Canadá.

Tudo o que sabemos sobre:
snowboard

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.