Medidas de controle para Jogos já são visíveis em Hong Kong

Áreas que receberão competições já estão com acesso restrito e ficarão isoladas da imprensa e de curiosos

EFE

17 de julho de 2008 | 11h23

Faltando pouco mais de três semanas para o início dos Jogos Olímpicos de Pequim, as medidas de segurança em Hong Kong, que receberá provas eqüestres, são mais evidentes que nunca e se tornarão mais rígidas nos próximos dias. Os hotéis, o sistema de transportes, as sedes olímpicas e suas imediações terão a segurança de quatro mil policiais em Hong Kong. As áreas que receberão os Jogos já estão com acesso restrito e as regiões com estábulos, clínica e laboratório ficarão isoladas da imprensa e de curiosos a partir do fim de semana. Segundo o comissário de Polícia de Hong Kong, Tang King-shing, em entrevista ao diário local "South China Morning Post", os agentes devem agir especialmente em três frentes: as manifestações não autorizadas ou fora dos locais estipulados, a prevenção de atentados terroristas e a gestão das massas. Tang afirmou ainda que Hong Kong tem experiência na gestão de eventos de grande porte, e citou como exemplo a reunião da Organização Mundial do Comércio (OMC) no final de 2005. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.