Mesmo com tufão, final do salto no hipismo é mantida

Organizadores afirmam que competição irá acontecer nesta quinta; Rodrigo Pessoa briga pelo bi olímpico

EFE,

21 de agosto de 2008 | 01h40

Os organizadores das provas de hipismo dos Jogos Olímpicos de Pequim decidiram manter o cronograma da final do salto, já que o observatório meteorológico de Hong Kong, onde o esporte é disputado nesta Olimpíada, não prevê elevar seu sinal de alerta do nível 1 para o 3 nas próximas horas, apesar do avanço do tufão 'Nouri'.Veja também:A campanha brasileira na Olimpíada de Pequim"Não há mudança de planos. A competição seguirá como o previsto", informou Mark Pinkstone, porta-voz dos organizadores das provas de hipismo.Os dirigentes do observatório meteorológico local prevêem que o tufão 'Nouri', que está a cerca de 440 quilômetros em sentido leste/sudeste de Hong Kong, avance em direção noroeste ou oeste/noroeste a aproximadamente 14 km/h rumo ao litoral de Cantão (sul da China).Os brasileiros Rodrigo Pessoa, com o cavalo Rufus, e Bernardo Alves, com Chupa Chups, têm chance de conquistar medalha na final do salto em Hong Kong, marcada para a manhã desta quinta-feira (horário de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.