Gaspar Nóbrega/COB
Gaspar Nóbrega/COB

Mesmo eliminada, mesa-tenista Jessica Yamada festeja sua 1ª participação olímpica

Brasileira foi superada pela suíça Rachel Moret logo na partida de estreia do torneio

Redação, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2021 | 12h01

A brasileira Jessica Yamada se despediu neste sábado do torneio individual de tênis de mesa dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, mas mostrou felicidade por poder jogar depois de tantos percalços na preparação. Ela foi superada pela suíça Rachel Moret, em partida onde não faltou luta, mas em que oscilou muito e encontrou dificuldades com os saques da adversária. Foi a primeira participação olímpica da atleta.

"Primeiro, estou muito feliz de estar aqui, depois de tantos protocolos e dificuldades. Fiquei muito feliz de participar, de poder estar lá. Recebi muitas mensagens, senti toda a energia do pessoal do Brasil torcendo por mim, me acompanhando", agradeceu a atleta, que fez uma análise bem serena após o confronto.

"Infelizmente, acabei perdendo. Um ponto forte meu é perceber rápido o que está acontecendo para achar uma solução. Mas nesse jogo eu não consegui. Eu demorei muito para encontrar soluções, cometendo os mesmos erros, jogando da forma que ela gosta. Isso dificultou para fazer os pontos. Acho que eu estava irregular, e os momentos que joguei mal fizeram falta no final", completou.

Jessica Yamada ainda vai participar do torneio de equipes, onde jogará ao lado de Bruna Takahashi e Carol Kumahara, a partir do dia 1.º, quando enfrenta a seleção de Hong Kong na estreia.

Neste domingo será a vez de Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi iniciarem as suas caminhadas nos Jogos Olímpicos. Os adversários e horários serão definidos ao longo do dia. Hugo Calderano será o último a estrear no individual, iniciando a trajetória na rodada 3, na terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.