Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

'Minha vaia é domingo', diz Paes sobre festa de encerramento da Olimpíada

Prefeito do Rio afirma estar preparado para último dia da Olimpíada

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

19 Agosto 2016 | 12h00

Ao comentar as vaias da torcida brasileira a adversários estrangeiros e ao presidente em exercício Michel Temer, na cerimônia de abertura da Olimpíada, o prefeito Eduardo Paes disse estar pronto para a hostilidade dos espectadores na festa de encerramento, no próximo domingo, quando desfilará com a bandeira olímpica. "A minha (vaia) é domingo. Estou preparado há anos", brincou Paes em entrevista nesta sexta-feira.

A brincadeira de Paes fez alusão à polêmica levantada por atletas e imprensa de outros países por conta das vaias a atletas estrangeiros. O caso mais notório aconteceu no salto com vara masculino, no qual o francês Renaud Lavilleni, derrotado pelo brasileiro Thiago Braz, reclamou do comportamento da torcida e foi novamente vaiado na cerimônia de premiação.

Além de falar sobre as vaias, o prefeito elogiou o Comitê Olímpico Internacional (COI) e disse que teve com a instituição uma relação muito melhor do que com a Fifa na Copa de 2014. "A gente teve uma experiência muito ruim com a Fifa. Arrogante, diminuía muito o Brasil. A relação com o COI foi excepcional, eles sempre estiveram preocupados com o legado para a cidade", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.