Rob Schumacher|USA TOday Sports
Rob Schumacher|USA TOday Sports

Montanha quebra o recorde no martelo pela 3ª vez no ano e se aproxima de índice

Wagner Domingos, o Montanha, continua crescendo, degrau a degrau, em busca de uma inédita classificação para os Jogos Olímpicos no lançamento do martelo. Nesta quarta-feira, em Zagreb, na Croácia, ele voltou a quebrar o recorde brasileiro da prova, desta vez com 76,12m.

Estadão Conteúdo

15 de junho de 2016 | 17h23

É a terceira vez que ele quebra seu próprio recorde este ano, a terceira na Croácia. Montanha, atleta do clube da BM&FBOVESPA, havia lançado o martelo a 75,60m em maio, também em Zagreb, e feito 75,62m no domingo passado, em Varazdin. Desta vez, a evolução foi de expressivo meio metro, aproximando-o do índice olímpico, que é 77 metros.

"Estou muito feliz pela evolução, muito feliz por conseguir mais um recorde brasileiro. Ultrapassar a marca dos 76 metros é uma sensação de dever quase cumprido, mas continuamos focados no índice olímpico e trabalhando por ele", afirmou Montanha.

Além disso, ele alcançou nesta quarta-feira um feito histórico: chegou a uma evolução de 10 metros no recorde brasileiro. Na primeira vez que bateu o recorde, em 2005, a melhor marca do País era 66,30m. Até então, o recorde não era melhorado desde 1978.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.