Movimento é intenso, mas sem tumultos nas imediações do Maracanã antes de final

Espera na fila para entrar no estádio não passava de 15 minutos

Fábio Grellet, Estadão Conteúdo

20 de agosto de 2016 | 16h15

O movimento de torcedores é intenso ao redor do estádio do Maracanã, na zona norte do Rio, na tarde deste sábado, menos de duas horas antes da partida em que Brasil e Alemanha decidirão a medalha de ouro do futebol masculino dos Jogos Olímpicos. Apesar do fluxo de pessoas, até as 15h30 não havia registro de tumultos, e o público entrava no estádio sem dificuldades. A espera na fila não chegava a 15 minutos, apesar da revista a que todos são submetidos.

A reportagem do Estado demorou 43 minutos para ir de Copacabana, na zona sul, até o estádio, de metrô, a partir das 14h35. Havia superlotação na linha 1, entre as estações Cardeal Arcoverde e Botafogo. A linha 2, que vai de Botafogo à Pavuna e inclui a estação Maracanã, onde a reportagem desembarcou, estava cheia, mas não superlotada.

Já no metrô o público brasileiro entoava coros como "Pelé/mil gols/Maradona cheirador", também repetidos ao redor do Maracanã, embora quem esteja envolvido com a decisão com o Brasil neste sábado não seja a Argentina. O confronto entre Brasil e Alemanha começa às 17h30. Horas mais cedo, no jogo que valeu o bronze no futebol masculino, a Nigéria venceu Honduras por 3 a 2, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.