Phil Noble/Reuters
Phil Noble/Reuters

'Muitos competidores estão rápidos e isso é bom', diz Bolt ao projetar semifinal

Jamaicano busca tricampeonato dos 100m no Rio de Janeiro

Gonçalo Junior e Nathalia Garcia, Estadão Conteúdo

13 Agosto 2016 | 14h29

Depois de dar o primeiro passo em direção ao tricampeonato olímpico nos 100 metros rasos ao cravar 10s07 na fase classificatória deste sábado, o jamaicano Usain Bolt projeta uma semifinal rápida neste domingo no Engenhão. "Serão semifinais muito boas. Muitos competidores estão rápidos e isso é bom. Vou manter o foco para conseguir chegar à final", disse o recordista.

Bolt venceu sua bateria e avançou com a quarta melhor marca para a semifinal dos Jogos Olímpicos. Mas ele não venceu o duelo particular com Justin Gatlin, dos Estados Unidos. Ainda assim, superou a desconfiança sobre sua condição física tranquilamente e voltará a correr neste domingo, às 21 horas.

O norte-americano Justin Gatlin foi o primeiro astro da prova mais nobre do atletismo a se apresentar e sobrou diante dos rivais, garantindo-se na semifinal com o tempo de 10s01, o melhor das eliminatórias. "Estou bem. Acredito que possa ir um pouco mais rápido que meu melhor tempo da temporada (9s80) para conquistar a medalha", ressaltou.

O grande rival de Bolt ainda elogiou o comportamento da torcida brasileira no Engenhão. "A torcida foi ótima. É uma cultura de festa. Isso também anima os competidores", afirmou.

Yohan Blake, da Jamaica, outro favorito na prova, não fez um bom tempo (10s11), mas o mesmo foi o suficiente para conseguir a liderança de sua bateria. Após a prova, abaixou-se na pista e rezou. "Estou mais maduro que na última Olimpíada, em Londres. Vou tentar colocar o que fiz nos treinamentos na pista para buscar uma medalha", projetou.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.