Zsolt Szigetvary/ EFE
Zsolt Szigetvary/ EFE

Mulheres do peso pesado dão primeiras medalhas ao Brasil no Mundial de Judô

Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza conquistam medalha de bronze em Budapeste

Redação, Estadão Conteúdo

12 de junho de 2021 | 18h26

O Brasil conquistou suas duas primeiras medalhas no Mundial de Judô, neste sábado, em Budapeste. E com uma dobradinha na categoria dos pesados entre as mulheres. Maria Suelen Altheman e Beatriz Souza ficaram com a medalha de bronze e embolaram de vez a briga por uma vaga nos Jogos de Tóquio. As duas estariam classificadas pelo ranking, e como cabeças de chave. Até por isso, a comissão técnica da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) vai se reunir para definir qual será a escolhida.

A dobradinha e com pódio mostra que as duas têm condições de ir bem na Olimpíada. Até por isso, a definição será por análise de vários critérios pré-definidos anteriormente, como retrospecto recente em competições importantes, desempenho contra as melhores da categoria e até confronto direto.

As duas brasileiras tiveram a mesma algoz no Mundial, a japonesa Wakaba Tomita, que ficou com a medalha de prata após perder na final para sua compatriota Sarah Asahina. Mas ambas se recuperaram e na disputa de bronze: Bia ganhou da francesa Jula Tolofua e Maria Suelen teve uma vitória expressiva sobre a cubana Idalys Ortiz, adversária que já tinha enfrentado 16 vezes anteriormente e perdido todas. "Estou com a alma lavada", disse.

No masculino, Rafael Silva, o Baby, terminou na quinta colocação ao perder sua luta contra o holandês Roy Meyer. Mas ele foi melhor que David Moura, que foi derrotado nas oitavas pelo finlandês Martti Puumalainen, e deve ser o escolhido para representar o Brasil nos Jogos de Tóquio. O próprio David reconheceu o bom momento de Baby. "É galera. Momento difícil. Não deu. Só quero agradecer demais a torcida e o carinho de todos. Parabéns pela vaga, Rafael Silva, você é um monstro", disse em suas redes sociais.

Neste domingo, o Brasil volta ao tatame para a disputa de equipe mista. A equipe é cotada para o pódio e tem possibilidade de conquistar mais uma medalha no Mundial. E na quarta-feira a CBJ vai fazer a apresentação oficial da equipe olímpica, às 14h, em transmissão ao vivo no Canal Brasil Judô, no YouTube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.