Mulheres treinam sorriso perfeito para entregar medalhas

380 voluntárias seguem treinamento para alcançar padrão exigido pela organização dos Jogos

10 de janeiro de 2008 | 11h32

As jovens chinesas encarregadas de levar as medalhas olímpicas até o pódio treinam o sorriso perfeito mordendo palitos e estão melhorando a postura ao andar com cadernos sobre suas cabeças. Embora sorrir pareça simples, as 380 voluntárias que participarão das cerimônias de entrega de medalhas seguem um duro treinamento para conseguir o sorriso padrão estabelecido pela organização dos Jogos Olímpicos de Pequim. As jovens - a maioria universitárias de entre 18 e 25 anos e 1,68 e 1,78 metros de altura - terão de ser capazes de manter um sorriso na qual sejam vistos entre oito e dez dentes durante pelo menos dez minutos seguidos. O objetivo é fazer isto com naturalidade, algo que só se consegue após horas forçando o sorriso com a ajuda de palitos colocados horizontalmente entre os dentes.  "No final da aula, estávamos com os lábios dormentes, mas depois o sorriso apareceu de forma natural", afirmou Hao Jingyu, uma das voluntárias.  O comitê organizador também exige elegância e graça das jovens, que, para isso, ensaiam seu caminhar até o pódio com um bloco de folhas de papel em perfeito equilíbrio sobre a cabeça e um caderno colocado entre os joelhos.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.