Divulgação
Divulgação

Nações escolhem base e espalham delegações por todo o País

Alguns favoritos já estão com seu quartel general planejado para fazer a aclimatação antes dos Jogos

Wilson Baldini Jr., O Estado de S. Paulo

28 Janeiro 2016 | 07h00

Com a proximidade dos Jogos, os países buscam refúgio para suas delegações fazerem o período de adaptação. As principais potências já estão com locais reservados. Os Estados Unidos investiram US$ 1,2 milhão em reformas na Gávea para ficar lá de julho a setembro.

A China, por sua vez, vai ficar em São Paulo. Um hotel foi “alugado” próximo ao clube Pinheiros, onde os atletas vão se adaptar. A poucos metros dali, no clube Hebraica, a delegação japonesa vai se instalar.

A Grã-Bretanha escolheu como seu quartel-general o Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte. Atletas de dez modalidades ficarão na capital mineira.

A equipe de natação da Alemanha vai chegar dez dias antes dos início dos Jogos em Palhoça, onde vai se preparar no Complexo Aquático da Unisul. Já as instalações do Parque Aquático da Unisanta, em Santos, foram escolhidas pela Itália (equipes de natação e maratona aquática).

Mais conteúdo sobre:
Olimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.