Não tinha outra opção a não ser desistir, diz corredor chinês

O astro chinês do atletismo Liu Xiangdisse que sabia, antes da eliminatória dos 110 metros combarreira na segunda-feira, que seu pé iria falhar e que ele nãoteria outra escolha a não ser desistir. Em sua primeira aparição pública desde que saiu mancando doNinho de Pássaro, Liu deu uma entrevista a uma televisãoestatal, transmitida nesta terça-feira. Liu era a maior esperança de ouro no atletismo do país sededos jogos e sua atormentada desistência dos 110 metros combarreiras chocou o país onde sua imagem figura em incontáveisoutdoors. Ele disse que não se sentia bem quando aqueceu para aprova. "Sabia que meu pé ia me trair. Senti muita dor quandoestava apenas me aquecendo", disse o atleta segundo a agênciade notícias chinesa Xinhua. "Muitas pessoas estavam preocupadas e cuidando de mim. Medesculpem. Eu não podia fazer nada além de desistir dacorrida... "Eu não sei por que as coisas aconteceram assim. Eu queriapersistir. Mas não pude. Era insuportável. Se eu terminasse acorrida, teria arriscado meu tendão. Não posso descrever o quesinto neste momento." Ele afirmou que não é o tipo de pessoa que desiste, e quevai voltar. "Tenho outras oportunidades no ano que vem e depois, aindaexistirão oportunidades. Apesar de tudo, eu ainda estou emcondições elevadas. Preciso ser um pouco otimista e não possoreclamar e culpar outras pessoas", concluiu Liu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.