Nervosos em quadra, Márcio e Fábio Luiz ficam com a prata

Márcio e Fábio Luiz mostraram nervosismoe precipitação no final e perderam por 2 sets a 1 para osnorte-americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser, ficando com amedalha de prata no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos dePequim. Depois de eliminarem os campeões olímpicos de Atenas-2004Ricardo e Emanuel nas semifinais, a dupla brasileira nãoconseguiu encarar a superioridade dos campeões mundiais ecometeu erros demais durante todo o jogo. Os dois estavam bastante abalados e abatidos após aderrota, e mal conseguiram falar. "Ninguém queria mais esse ouro do que eu. Não vou mecontentar com esse segundo lugar. O mundo dá voltas e quem sabea gente não volta outra vez, com mais força, mais garra,cometendo menos erros", disse Fábio Luiz. Essa é a nona medalha do vôlei de praia do Brasil em JogosOlímpicos, desde que o esporte começou a ser disputado emAtlanta-1996. Os brasileiros começaram bem o primeiro set e chegaram aabrir cinco pontos de vantagem, mas Rogers e Dalhausser aospoucos foram conseguindo se aproximar, tirando a concentraçãode Fábio e Márcio. Eles conseguiram passar à frente pela primeira vez com18-17, e fecharam o set com 23-21 em um erro de ataque de FábioLuiz. Na segunda parcial as duas duplas seguiram se alternando naliderança no placar, mas sem que nenhuma conseguisse abrirgrande vantagem. No final, os brasileiros finalmenteconseguiram abrir e fecharam em 21-17 com erro de saque dosadversários. O tiebreak foi marcado pelos vários erros e nervosismo dosbrasileiros, e os norte-americanos conseguiram disparar noplacar sem nenhuma dificuldade. Fábio Luiz insistia no ataqueem cima do bloqueio de Dalhausser, que se dava bem melhor. Erapidamente os norte-americanos garantiram o ouro com vitóriade 15-4. Mais cedo, Ricardo e Emanuel conquistaram o bronze aoderrotarem os brasileiros da Geórgia Renato Gomes e JorgeTerceiro. Com esses resultados, o Brasil mantém a tradição de sempresubir ao pódio no vôlei de praia. Neste ano, entretanto, as mulheres ficaram de fora dos trêsprimeiros lugares pela primeira vez, já que Renata e Talitaterminaram em quarto e Ana Paula e Larissa foramdesclassificadas nas quartas-de-final. A prata de Fábio Luiz e Márcio é a 10a medalha do Brasilem Pequim, após 1 ouro, 2 pratas e 6 bronzes. (Texto de Camila Moreira)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.