Nos Jogos, turistas terão de tirar sapatos em aeroportos

Chineses implementam medida para aumentar a segurança e evitar ataques terroristas durante a competição

Efe,

27 de março de 2008 | 13h49

Os turistas que forem à China para os Jogos Olímpicos de Pequim terão de tirar os sapatos nos controles de segurança dos aeroportos do país, segundo uma nova medida de segurança aplicada para garantir a segurança na competição, divulgou a agência oficial Xinhua. Veja também:  Conheça os locais das provas da Olimpíada de Pequim Teste seus conhecimentos sobre a história da Olimpíada Segundo a Administração Geral de Aviação Civil da China (Agac), a medida entrou em vigor na quarta-feira, 26. Além disso, as bagagens das tripulações dos aviões serão revistadas e os embarques rápidos, aqueles nos quais os passageiros pagam pelo direito de embarcar antes e passar mais rapidamente pelos controles, serão proibidos. Desde 13 de março, está em vigor uma proibição para líquidos nos vôos domésticos da China. Na semana passada, passou a ser exigido ainda um controle estrito das baterias de lítio de todos os aparelhos eletrônicos carregados por passageiros e tripulantes. A AGAC também pediu às companhias aéreas internacionais para que forneçam rapidamente uma lista completa de passageiros e de membros da tripulação. Na lista deverão constar nome, nacionalidade, sexo, data de nascimento, número de passaporte e data de validade do passaporte, entre outros dados de todos os passageiros e tripulantes. Assim, com a nova regulamentação, cada passageiro passará a perder entre dois e dez minutos a mais do que antes nos procedimentos de controle. A tentativa de atentado divulgada pela China no começo do mês em um avião que voava de Urumqi (capital da província de Xinjiang) a Pequim motivou o aumento das medidas de segurança visando os Jogos Olímpicos.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.