COB/Divulgação
COB/Divulgação

Nova campanha do COB quer aproximar atletas e torcedores

Entidade enaltece a história de vida de alguns dos principais esportistas do Brasil visando Olimpíada de Tóquio-2020

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2017 | 18h46

Com o slogan "Nosso Time é o Brasil", o Comitê Olímpico do Brasil (COB) lança nesta sexta-feira sua campanha visando os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Ela é baseada nas histórias pessoais de atletas olímpicos da atualidade, e tem por objetivo aproximá-los do torcedor brasileiro.

"Toda a campanha fala dos valores do Time Brasil, de como esse time foi construído. Ele não existe sem os atletas. A gente começou a pensar muito nos valores que eles carregam, nas histórias pessoais de uma Rafaela, de um Nory, do gigante que é o Alison. Muitos brasileiros se identificam com esses valores, tem uma emoção que conecta. E a gente quer conectar torcedor e atleta", explica Rafael Grabowsky, gerente de marketing do COB, citando três medalhistas brasileiros dos Jogos do Rio-2016.

A campanha será focada nas redes sociais do comitê, e um novo site está sendo colocado no ar - www.eusoutimebrasil.com.br. Para marcar o lançamento, na noite desta sexta-feira o COB fará a abertura da exposição fotográfica "Atletas do Brasil" no Shopping Leblon, na zona sul do Rio. A mesma exposição também será lançada simultaneamente em outros 18 shoppings do País, e estará disponível para visitação por duas semanas.

Por ora, o novo site traz imagens e relatos de medalhistas olímpicos. Nas próximas semanas, o torcedor será convidado a contar sua própria história. "A gente vai pedir para que ele envie um vídeo curto, que conte um pouco sua história. Talvez a gente faça com que ele conheça seu ídolo, passe um dia no Centro de Treinamento do Time Brasil. A gente quer mostrar que ele também faz parte desse time", afirma Grabowsky.

O lançamento da nova campanha acontece justamente na data em que se comemora o Dia Olímpico - data do aniversário de fundação do Comitê Olímpico Internacional (COI), em 1894.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos OlímpicosOlimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.