Novo CT em Ramos ganha mesas utilizadas por mesa-tenistas no Rio-2016

Centro de treinamento faz parte de legado olímpico

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2016 | 17h30

Parte das mesas utilizadas pelos mesa-tenistas durante os Jogos Olímpicos do Rio já está sendo aproveitada na formação de novos jogadores no Brasil. Quatro mesas cedidas pelo Comitê Organizador Rio-2016 à Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) foram instaladas em um novo centro de treinamento em Ramos, na Zona Norte do Rio.

De acordo com a CBTM, o CT é voltado para crianças de até 11 anos e coloca o Rio no mapa do Diamantes do Futuro, principal programa de detecção de talentos da CBTM. "A ideia que temos com esse CT é de aplicar todo o conhecimento que a confederação tem em outros estados e usar nesse centro para, assim, melhorarmos o tênis de mesa fluminense. Queremos que o CT se torne um modelo para os clubes daqui seguirem o exemplo", afirma Pablo Ribeiro, presidente da federação estadual do Rio.

O material utilizado no Rio-2016 e cedido à CBTM ainda será levado ao centros de treinamentos no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Piauí e Mato Grosso. Na Olimpíada, Hugo Calderano igualou o melhor resultado do tênis de mesa brasileiro, alcançando as oitavas de final. Ele é o 21.º do ranking mundial, posto inédito no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.