EFE/CHRISTOPHE PETIT TESSON
EFE/CHRISTOPHE PETIT TESSON

Olimpíada de Paris-2024 divulga slogan, calendário e terá ingressos por até R$ 5,2 mil

'Ouvrons Grand les Jeux' é o lema escolhido pelo Comitê Organizador, que terá a inclusão como o principal mote dos Jogos

EFE, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2022 | 20h14

A organização dos Jogos Olímpicos de Paris-2024 fizeram importantes anúncios nesta segunda-feira. Além das divulgações de marketing, relacionadas ao lançamento do novo slogan, autoridades informaram valores de ingresso e divulgaram o calendário completo de competições para o principal evento esportivo mundial.

Ao todo, serão comercializados 10 milhões de ingressos para os Jogos Olímpicos. Outros 3,4 milhões estarão à disposição do público na Paralimpíada. A venda das entradas terá início no próximo mês de fevereiro e novos detalhes serão revelados ainda neste ano.

Para os eventos esportivos, os valores das entradas terão uma variação de 24 a 950 euros (entre R$ 130 e R$ 5,2 mil, na cotação atual). Um dos Tickets mais caros deverá ser para o torneio de tênis, que será disputado no saibro de Roland Garros.

A faixa de preço será "acessível à maioria", segundo Tony Estanguet, chefe do Comitê Organizador: "50% dos ingressos olímpicos e 50% dos ingressos paraolímpicos custarão menos de 50 euros (R$ 274) e apenas 8% dos ingressos custarão mais de 200 euros (R$ 1,1 mil). "A ambição é ter estádios lotados", afirmou Estanguet.

SLOGAN

"Ouvrons Grand les Jeux" será o slogan em francês. No idioma local, a frase soa quase igual à expressão popular "Vamos abrir bem os olhos" (Ouvrons Grand les Yeux). Em inglês, o lema a ser utilizado será "Games Wide Open". "Jogos bem abertos" será a versão em português.

Segundo os organizadores, o objetivo é influenciar o tema da abertura, a inclusão de pessoas com dificuldades e a abertura aos territórios. O lema olímpico em latim é "Citius, Altius, Fortius" (mais rápido, mais alto, mais forte), mas cada cidade-sede escolhe seu próprio slogan para sua edição.

"Vamos abrir os Jogos para todos. É o nosso objetivo desde o primeiro dia, com essa ambição que todos pensamos para a abertura", explicou o chefe do Comitê Organizador, Tony Estanguet, após a sua reunião desta segunda-feira com o presidente da França, Emmanuel Macron.

Além desse slogan, o Comitê Organizador detalhou o programa dos Jogos Olímpicos, cuja cerimônia de abertura acontecerá em 26 de julho de 2024. Os organizadores querem "trabalhar em um melhor equilíbrio entre os eventos masculino e feminino”, insistiu Michaël Aloïsio, porta-voz de Paris-2024.

CALENDÁRIO

Como de costume, alguns eventos esportivos têm início antes da abertura oficial dos Jogos Olímpicos. Em Paris, em 2024, o esquema se repetirá. Tiro com arco, handebol, rúgbi e futebol terão suas primeiras disputadas entre 24 e 25 de julho. O calendário completo pode ser visto aqui.

Outro destaque é pela sequência de medidas pela igualdade de gênero nos Jogos Olímpicos. A maratona, que encerra o atletismo na Olimpíada, terá pela primeira vez a versão feminina acontecendo um dia após o evento masculino.

APOIO PÚBLICO

47% dos franceses se mostram indiferentes à realização dos Jogos Olímpicos,enquanto apenas 26% estão interessados, indicou uma pesquisa publicada nesta segunda-feira pelo "Le Parisien". A pesquisa também indica que 19% dos franceses estão "inquietos" com a realização deste evento e 7% "impacientes".

Apesar do caos da recente final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Real Madrid, a maioria dos franceses (66%) acredita que a segurança está garantida nas provas que serão realizadas na capital francesa, incluindo as do estádio Saint Denis, cenário da polêmica decisão continental.

No fim da reunião liderada por Macron na segunda-feira, o presidente da comissão organizadora, Tony Estanguet, afirmou que vão lançar bilhetes exclusivamente eletrônicos para evitar a falsificação em papel, um dos gatilhos para os tumultos na final da Liga dos Campeões.

Sobre a polêmica cerimônia de abertura em Paris, às margens do Sena e onde são esperadas pelo menos 600 mil pessoas, os franceses são 65% a favor, apesar do relatório do Tribunal de Contas francês. Este órgão, alarmado com o caos na final da Liga dos Campeões, alertou que o reforço da segurança na cerimônia é crucial, uma vez que, pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos, se realiza num espaço aberto.

O governo francês anunciou hoje que serão mobilizados entre 7 mil e 11 mil policiais por dia - exceto para a abertura dos Jogos - e que também haverá cerca de 17 mil agentes de segurança privada por dia. Embora o executivo tenha garantido que não haverá derrapagens no orçamento dos Jogos, 40% dos franceses temem um aumento de impostos para cobrir o evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.