Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Martin Meissner/ AP
Martin Meissner/ AP

Organização da Olimpíada de Tóquio registra 71 casos de coronavírus

Quarenta casos foram identificados em residentes do Japão, enquanto 31 em pessoas que vieram de fora do país asiático

Redação, Estadão Conteúdo

20 de julho de 2021 | 07h36

Os organizadores da Olimpíada de Tóquio revelaram nesta terça-feira que 71 pessoas tiveram resultado positivo no teste para coronavírus. O total inclui 31 pessoas que foram ao Japão para competir ou trabalhar nos Jogos, que começam sexta-feira. Um dos 13 novos casos adicionados ao total oficial inclui um "pessoal preocupado com os Jogos” - uma categoria que inclui oficiais de equipe e funcionários de esportes - em Tóquio, que não está hospedado na Vila Olímpica.

Outros casos recentemente relatados espalhados pelo Japão incluem empreiteiros dos Jogos e um voluntário, cujas identidades não foram reveladas. Os últimos casos entre atletas foram de uma ginasta norte-americana e um jogador de vôlei de praia checo, adicionados nesta terça-feira à contagem oficial de pessoas credenciadas para as Olimpíada, que tiveram resultado positivo para covid-19 este mês. Eles estão isolados.

Os testes positivos para a ginasta dos Estados Unidos, Kara Eaker, e o membro da equipe checa, Ondrej Perušic, foram anunciados na segunda-feira. Eaker estava em um campo de treinamento na prefeitura de Chiba e Perušic ficou na Vila Olímpica na Baía de Tóquio.

Ambos entraram em quarentena por 14 dias, segundo os organizadores. Esse período inclui todos os três jogos agendados para Perušic com o parceiro David Schweiner. O Comitê Organizador vai acompanhar de perto todos esses casos. Cada um novo que surge, novas informações são repassadas para as delegações e seus atletas no sentido de seguir os protocolos de segurança. O presidente do COI repete que os Jogos terão segurança em relação à covid-19.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.