Issei Kato/Reuters
Issei Kato/Reuters

Organização reafirma que Jogos Olímpicos de Tóquio provavelmente serão reduzidos

Ideia é simplificar a competição para reduzir custos e garantir a segurança dos atletas

Redação, Estadão Conteúdo

14 de julho de 2020 | 09h42

O formato dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - que deveriam começar no próximo dia 24, mas que foram adiados para o ano que vem por conta da pandemia do novo coronavírus - segue sendo tema de debate no Japão. Nesta terça-feira, a organização do evento reafirmou que a Olimpíada provavelmente será uma versão reduzida das edições recentes.

O presidente do Comitê Olímpico Japonês (JOC, na sigla em inglês), Yasuhiro Yamashita, que participa ativamente da preparação para os Jogos, falou mais uma vez em tentar simplificar o evento para reduzir custos e garantir a segurança dos atletas. "Os Jogos eram lindos e extravagantes, que eu experimentei antes...", disse o dirigente, ex-medalhista de ouro olímpico no judô, na sede da entidade em Tóquio.

"Mas não acho que o conceito desses Jogos vá buscar essas coisas. A primeira prioridade é a segurança dos atletas", prosseguiu Yamashita.

Eleito presidente do Comitê Olímpico Japonês em junho do ano passado no lugar de Tsunekazu Takeda, que está sendo investigado por acusações de corrupção, disse que a pandemia da covid-19 também está causando problemas financeiros à organização.

"Em relação ao próximo ano fiscal (a situação financeira da JOC) será bastante difícil", disse Yamashita após um difícil primeiro ano no cargo. "Eu acho que existe uma grande possibilidade de termos de pedir dinheiro emprestado".

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada 2020 Tóquiocoronavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.