Divulgação
Divulgação

Paes inaugura Parque Radical e libera piscinão para a população

Local faz parte do Complexo Esportivo de Deodoro

Estadão Conteúdo

23 de dezembro de 2015 | 15h12

Sem a presença da presidente Dilma Rousseff, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, inaugurou nesta quarta-feira o Parque Radical, que faz parte do Complexo Esportivo de Deodoro, um dos principais polos de competições dos Jogos Olímpicos do Rio, no próximo ano.

Dilma deveria participar do evento, mas cancelou sua presença de última hora. De acordo com a assessoria da presidente, ela deixou de comparecer ao evento para se reunir com ministros e o governador fluminense, Luiz Fernando Pezão, para organizar ações emergenciais de saúde no Rio de Janeiro.

O Parque Radical é formado por três equipamentos esportivos: o Estádio Olímpico de Canoagem Slalom, o Centro Olímpico de BMX e o Parque Olímpico de Mountain Bike. Os dois primeiros serão permanentes e a sede do Mountain Bike conta com estrutura temporária, que será devolvida ao Exército ao fim dos Jogos do Rio-2016.

Uma das estruturas permanentes, o estádio de canoagem será um dos legados da Olimpíada. E já está liberado para a população, desde esta quarta - durante o evento, já havia moradores da comunidade usufruindo das águas que receberão os canoístas em agosto de 2016. Até Paes, mesmo com muletas, e o ministro do Esporte, George Hilton, testaram a água.

"É um reconhecimento de que a Olimpíada traz benefícios para toda a população, não apenas para os atletas. Claro que os atletas estão vibrando com toda essa estrutura aqui, com toda a infraestrutura para treinamento. Mas nada melhor do que trazer a comunidade para fazer parte desta grande conquista", afirmou o ministro.

Segundo Eduardo Paes, o local estará aberto à população de quarta a domingo até março do ano que vem. Depois o piscinão será fechado para a preparação final para a Olimpíada. "A comunidade vai poder aproveitar pelo menos o verão antes de fecharmos novamente", disse o prefeito. De acordo com o Ministério do Esporte, o Parque Radical se tornará a segunda maior área de lazer do Rio de Janeiro ao fim dos Jogos Olímpicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.