Papa diz que Jogos são um evento importante para o mundo

Para Bento XVI, chineses terão a oportunidade de mostrar seu valor durante a competição

Efe,

07 de maio de 2008 | 16h22

O papa Bento XVI afirmou que todos os habitantes da China viverão com os Jogos Olímpicos de Pequim um evento de grande valor para toda a humanidade. O pontífice fez a declaração no discurso que dirigiu aos integrantes da Orquestra Filarmônica da China e do coral Shangai Opera House Chorus, que se apresentaram no Vaticano. Além disso, Bento XVI enviou uma saudação a todos os chineses. "Envio minha saudação, através de vós, a todos os habitantes da China que, com os próximos Jogos Olímpicos, se preparam para viver um acontecimento de grande valor para a humanidade", disse o pontífice. A orquestra de Pequim ofereceu um concerto de música ocidental e religiosa européia dirigido pelo maestro Long Yu, para quem a apresentação foi "um momento de glória, de relevância histórica, que será lembrado durante muito tempo". O concerto no Vaticano foi considerado um novo gesto de "abertura" da Santa Sé em relação à China, com quem não mantêm relações diplomáticas desde 1951. O país asiático tem entre 8 e 12 milhões de católicos, segundo dados do Vaticano, divididos entre os pertencentes à Igreja oficial - controlada pelo Governo comunista, conhecida como Patriótica - e à clandestina, ligada à Roma e perseguida por Pequim. Para retomar as relações diplomáticas, a China exige que o Vaticano rompa com Taiwan e não "interfira" nos seus assuntos internos.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008Bento XVIOlimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.