Filippo Monteforte/AFP
Filippo Monteforte/AFP

Papa pede que Olimpíada torne o Brasil 'mais justo e seguro'

Pontífice fez preces pelos Jogos e elogiou o povo brasileiro

O Estado de S. Paulo

03 de agosto de 2016 | 11h18

Um dia depois de declarar que o esporte deve promover "a paz no mundo", o papa Francisco pediu nesta quarta-feira que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro ajudem o Brasil a se tornar um país "mais justo e seguro". Ele destacou ainda a "alegria e hospitalidade" dos brasileiros.

"Para os brasileiros, que com sua alegria e hospitalidade características organizam a festa do esporte, desejo que esta seja uma oportunidade para superar os momentos difíceis e se empenhar no trabalho de equipe para construir um país mais justo e seguro, apostando em um futuro cheio de alegria e esperança", disse.

Na última terça-feira, o líder da Igreja Católica fez preces para que os Jogos promovessem a "cultura do encontro" e "um mundo de paz", colocando-as em suas intenções de oração para o mês de agosto.

O pontífice afirmou também que espera que atletas e público se motivem a buscar "uma civilização na qual reine a solidariedade, fundada sobre o reconhecimento de que todos somos membros de uma única família".

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.