Para Márcio, foi uma honra bater os campeões e ídolos

Fábio Luiz e Márcio vibram muito com vitória em confronto brasileiros nos Jogos Olímpicos de Pequim

Agência Estado,

20 de agosto de 2008 | 00h34

Muito emocionados e reverenciando a dupla adversária, os brasileiros Fábio Luiz e Márcio mostravam uma grande euforia após a vitória sobre os atuais campeões olímpicos Ricardo e Emanuel na semifinal masculina do vôlei de praia da Olimpíada, na manhã desta quarta-feira em Pequim (noite de terça no Brasil).Veja também: Márcio e Fábio Luiz vencem duelo brasileiro no vôlei de praiaA campanha brasileira na Olimpíada de Pequim"Nunca esperava um jogo fácil contra Ricardo e Emanuel. São dois grandes jogadores, tenho um grande respeito por eles. Eles são grandes ídolos para mim, tenho muita honra de fazer a final representando o nosso País passando por eles", declarou Márcio ao SporTV. "O mais difícil é ganhar deles. Precisa estar 100%, com a carga carregada, para vencer estes dois leões. Tenho certeza que a final vai ser muito boa", concluiu Márcio.Mais emocionado do que Márcio, Fábio Luiz ressaltava a ajuda que teve de seu companheiro nos momentos decisivos e a felicidade por estar na final. "Só Deus para explicar. O Márcio me deu tranqüilidade na hora em que eu mais precisava dele. Estou muito feliz", falou Fábio.Do outro lado, Emanuel encontrou serenidade para explicar a surpresa na semifinal. "Hoje foi um daqueles dias que sempre acontecem na vida de qualquer atleta. Nada deu certo. Méritos para o Márcio e o Fábio", avaliou o campeão olímpico de Atenas/2004."O mais importante é que eu e o Ricardo não desistimos nunca. Não me senti tão bem na partida, acho que foram os três jogos à noite e a semifinal agora pela manhã na seqüência", explicou Emanuel. "Mas não é desculpa. Na Olimpíada tem de vir com garra em todos os jogos", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.