Alexandre Loureiro / COB
Alexandre Loureiro / COB

Pedro Veniss ganha vaga na equipe de saltos em Tóquio após lesão de cavalo

Luiz Francisco de Azevedo fica fora dos Jogos Olímpicos após problema com Comic, sua montaria

Redação, Estadao Conteudo

16 de julho de 2021 | 09h50

Às vésperas de iniciar a quarentena para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, a equipe brasileira de saltos do hipismo sofreu uma alteração. O cavalo Comic, montaria de Luiz Francisco de Azevedo, sofreu uma lesão e, conforme permite a regra, será substituído pelo conjunto Pedro Veniss e Quabri de L'Isle.

Na última quinta-feira, o time entrou em quarentena na cidade de Aachen, na Alemanha. Os conjuntos embarcam no próximo dia 25 para o Japão. Em Tóquio, pela primeira vez, as equipes do hipismo passam a contar com quatro atletas: três titulares e um reserva, sendo que este pode ser escalado ainda após o início da competição.

A equipe brasileira é formada por Bernardo Alves (com El Torreo de Muze), Marlon Zanotelli (com VDL Edgar), Pedro Veniss (com Quabri de L'Isle),  Rodrigo Pessoa (com Carlitos Way) e Yuri Mansur (com QH Alfons Santo Antonio). O técnico  é Philippe Guerdat.

Na disputa por equipes, no novo formato, não haverá descarte, ou seja, serão computados os três resultados. Anteriormente, entravam quatro conjuntos e a cada rodada havia o descarte do pior resultado. Outra mudança é que a disputa individual antecede a final por equipes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.