Pensando no Rio, Cancellara é mais um a abandonar a Volta da França

As últimas etapas da Volta da França, prevista para acabar no domingo, terão mais um desfalque de peso. O suíço Fabian Cancellara anunciou nesta quarta-feira sua saída do pelotão para poder se preparar melhor pensando nos Jogos Olímpicos do Rio. Ele tem um ouro e uma prata olímpicos, ambas as medalhas conquistadas em Pequim, em 2008.

Estadão Conteúdo

20 de julho de 2016 | 19h33

Aos 35 anos, Cancellara está na sua última temporada, uma vez que vai se aposentar no fim do ano. Ele não é mais o capitão da sua equipe, a Trek-Segafredo, e estava trabalhando na França pelo seu companheiro Bauke Mollema. Assim, o suíço ocupa somente a 114.ª colocação após 17 de 21 etapas.

Ao desistir da Volta da França, Cancellara encerra uma das mais vitoriosas carreiras da história da principal volta ciclística do mundo. Ele tem sete vitórias em etapas e vestiu a camisa amarela, do líder da classificação geral, durante 29 dias. Sua primeira participação foi há 12 anos, quando venceu o prólogo, conseguindo o feito de vencer logo sua primeira etapa.

A liderança da Volta da França está com o britânico Chris Froome, que caminha para o bicampeonato. Ele está inscrito pelo Reino Unido no Rio-2016, assim como o holandês Bauke Mollema, segundo colocado, e o também britânico, terceiro.

Na terça-feira, outro atleta da Grã-Bretanha, Mark Cavendish, também já havia desistido da Volta da França. Segundo atleta com mais vitórias em etapas, ele é tricampeão mundial do Madison, prova do ciclismo de pista, e vai tentar o ouro olímpico. Alberto Contador, espanhol, se retirou da Volta da França por lesão e teve que ser cortado do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.