Pequim 2008: Aeroporto terá medidas especiais de segurança

Polícia será equipada com aparelhos portáteis para localização de bombas que reagem em poucos segundos

Ansa

22 de fevereiro de 2008 | 16h44

Novas medidas de segurança serão tomadas no aeroporto internacional de Pequim para garantir a segurança dos visitantes e atletas esperados para as Olimpíadas em agosto, escreveu nesta sexta-feira o jornal China Daily. Segundo o jornal, a polícia será equipada com aparelhos portáteis para localização de bombas que reagem em poucos segundos à presença de explosivos.Os agentes já possuem aparelhos "avançados" mas, segundo o vice-diretor da polícia aeroportuária Zhang Zhi, "pelos Jogos Olímpicos temos necessidade de um maior número de aparelhos e de aparelhos mais modernos".Zhang acrescentou que "zonas de segurança" serão criadas nas vizinhanças do aeroporto, de modo que seja impossível mirar com armas de fogo a pista e os aviões em pouso e decolagem. Além disso, serão controlados os currículos de todos os funcionários do aeroporto.Os responsáveis pela segurança afirmaram muitas vezes temerem ataques por parte de grupos islâmicos que reivindicam a independência ao leste do Turcomenistão, região com forte presença muçulmana uigur e que pertence atualmente à região autônoma chinesa de Xinjiang.Os dissidentes uigures sustentam que se trata de propaganda voltada para esconder a repressão das iniciativas de protesto pacífico.Em seus mais de cem anos de história, duas edições dos Jogos Olímpicos já sofreram atentados terroristas. Um em Munique, em 1972, quando 11 israelenses foram assassinados por um grupo de palestinos, e um em Atlanta, em 1996, quando uma bomba explodiu, matando uma pessoa e ferindo mais de cem.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.