Pequim fechará aeroporto durante abertura da Olimpíadas

Autoridades chinesas instalaram mísseis antiaéreos próximo ao Ninho de Pássaro, principal estádio olímpico

Ian Ransom, Reuters

17 de julho de 2008 | 10h46

Pequim vai restringir por razões de segurança os pousos e decolagens durante a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, em 8 de agosto. A medida levará à alteração de dezenas de vôos, disseram membros da aviação civil chinesa à imprensa local nestaa quinta-feira. A viação civil também informou que o Aeroporto Pequim-Capital ficará fechado a todo tráfego "não-olímpico" entre 20h e 24h (horário local; de 9h a 13h em Brasília), ou seja, durante toda a cerimônia de abertura. A empresa Cathay Pacific, de Hong Kong, confirmou a medida e anunciou que seu vôo CX312 (Hong Kong-Pequim) será transferido de 16h45 para 21h45 no dia 8 de agosto. "O aviso veio da autoridade aeroportuária de Pequim", disse a assessora de imprensa Maria Yu, sem dar detalhes. Autoridades do aeroporto e da Administração da Aviação Civil disseram desconhecer a medida ou alegaram estar impedidos de comentá-la. As aeronaves já estão proibidas de sobrevoar Pequim, e por via das dúvidas as autoridades instalaram mísseis antiaéreos perto do "Ninho de Pássaro", o principal estádio olímpico. Também foram adotadas várias restrições aos passageiros, como o embarque com fósforos ou isqueiros. A partir de domingo, passageiros em várias localidades, inclusive Pequim, Xangai e Lhasa (Tibete), terão de se submeter a um esquema especial de segurança para entrar nos aeroportos. A Administração da Aviação Civil disse em seu site que haverá "severas punições" para passageiros que forem apanhados com objetos explosivos ou inflamáveis, e que ninguém se responsabilizará por vôos perdidos devido às medidas de segurança. A China diz que o terrorismo é a maior ameaça aos Jogos, e que vários planos para realizar atentados suicidas ou sequestrar atletas foram desbaratados. (Com informações de Ben Blanchard)  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.